CAMINHADA ECOCULTURAL DE CONTAGEM

Ailson Leite
Historiador

Foi muito bonito de se ver, de estar presente e mesmo caminhar junto pela cidade de Contagem, em uma manifestação pacífica em prol da preservação dos bens culturais e ambientais da cidade, chamando a atenção para o descaso entorno dos patrimônios de Contagem, nesse domingo dia 29/09.
A concentração da caminhada se deu na Casa de Cultura Nair Mendes, que hoje, está comprometida devido principalmente ao abandono e falta de manutenção do espaço, que contou com a intervenção artística do grupo Rei Tumbá;
Na sequência, uma bem-humorada “reinauguração” (Simbólica) do
Cine Teatro de Contagem, apresentada pelo grupo Trama de teatro;
Em frente ao Teatro Casa Azul, que também está fechado a aproximadamente um ano, contamos com um Sarau com o grupo APOEMA, e intervenção do projeto “Eu Rio” de Brenda Marques e Leci Strada; Em frente a Casa de Cacos (Que é mundialmente conhecida), e está abandonada a aproximadamente duas décadas, tivemos um dos momentos de mais emoção, com um grande abraço e ciranda;
Visitamos as obras da estação ferroviária Bernardo Monteiro, que
está sendo revitalizada pela empresa que ainda detém a concessão da ferrovia, que conseguimos que fossem feitas, por muita luta e resistência por parte deste colunista e moradores da região;
Ainda a capela Nossa Senhora da Imaculada Conceição, que está
fechada e abandonada pelo poder público e privado a muitos anos,
com as constantes promessas de restauro;
E pudemos finalizar esse domingo de caminhada, plantando duas
mudas de Ipê dentro do parque Fernão Dias, que apesar do cansaço
daqueles que resistiram até o final da caminhada, foi gratificante concluir junto ao pulmão da cidade, com a discussão de novos eventos como este, deixo aqui o meu agradecimento a todos
que participaram tanto da caminhada, quanto pelas redes sociais, em nome do Coletivo Conectando a Cidade, do Movimento Abrace a
Casa de Cacos, do Boi Rosado, Do SOS Vargem das Flores e de todos
aqueles que se envolvem e se preocupam com políticas públicas
voltadas ao bem comum cidade de Contagem, ações como essas, vem legitimar o quão a cultura de Contagem clama por socorro, descentralizar é necessário e também pertencer a Contagem! Viva o nosso povo e Cola com a gente!

recommend to friends
  • gplus
  • pinterest