A palavra doula vem do grego e significa “mulher que serve”. O termo é utilizado para referir-se à mulher, sem experiência técnica na área da saúde, que orienta e assiste a nova mãe no parto e nos cuidados com bebê. Em Contagem, as doulas atuam há mais de 10 anos na maternidade municipal. Elas são fundamentais na hora do parto.

Para Geralda Conceição, a função a doula é uma missão. Moradora do bairro Industrial, ela participa da Capacitação de Doulas, realizada pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, realizada entre os dias 4 e 8 de junho. “Pedi a Deus uma missão. Após acompanhar a gestação da minha sobrinha, me despertou essa vontade de aprofundar nessa função”, disse.

O curso é voltado paras a mulheres que já são doulas e para as que foram chamadas para essa função pela primeira vez. “Elas terão a oportunidade de aprender sob a função, em uma maternidade que é referência no estado”, destacou o superintendente do Complexo Hospitalar, João Pedro Laurito Machado.
Ao todo, 34 mulheres participam dos cinco dias de capacitação. Elas são orientadas por psicólogas, médicas, enfermeiras. As participantes da capacitação estarão aptas a orientar e atender gestantes e puérperas (pós-parto) nas questões relacionadas a parto e ao aleitamento materno, cuidados da mulher e do bebê, parto humanizado entre outros temas.

A gestora da Maternidade de Contagem, Cristiane Rosalina, destacou a importância das doulas para o dia-a-dia do Centro Materno. “O trabalho delas é imprescindível, seja com uma massagem, acolhimento, uma palavra amiga. Só de elas segurarem a mão das futuras mamães na hora do parto já é um diferencial”, concluiu Cristiane.

recommend to friends
  • gplus
  • pinterest