Contagem se une à Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo e Poliomelite

Na próxima segunda-feira (6), Contagem intensifica o combate ao sarampo e à poliomielite. Crianças menores de cinco anos deverão ser encaminhadas as Unidades Básicas de Saúde para receber doses das vacinas.  A campanha vai até o dia 31 de agosto. No dia 18 de agosto, acontecerá o Dia D de mobilização.

Segundo o Ministério da Saúde, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas em todo o país. Em Contagem, cerca de 30 mil crianças estão aptas para receberem as vacinas.

As vacinas estarão disponíveis em 51 salas de vacinação espalhadas por todo o município (Clique Aqui e veja os endereços). As salas funcionam das 8h às 16h30.

São três os objetivos da campanha:

  • Vacinar quem ainda não recebeu uma dose;
  • Completar todo o ciclo de vacinação de quem não tomou todas as doses;
  • Dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção).

Importância da vacinação

A  campanha  acontece de quatro em quatro anos, porém, em 2018, a conscientização é ainda mais importante devido à volta da circulação do sarampo no território brasileiro e à ameaça da poliomielite. O Brasil já tem 822 casos confirmados de sarampo em 2018.

Em Contagem, segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria  Municipal de Saúde (SMS), não são registrados casos confirmados de poliomielite ou sarampo desde o ano de 2001.

“É importante conscientizar sobre a necessidade da vacinação, para evitar a proliferação das doenças”, ressaltou a assessora da Central de Imunização da SMS, Fernanda Elisa.

Quem deve ser vacinado?

Contra a poliomelite:

  • Crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa “gotinha”.

Contra o sarampo:

  • Crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou;
  • Adultos até os 29 anos: duas doses, podendo ser da tríplice ou tetra viral;
  • Adultos dos 30 aos 49 anos: dose única, podendo ser da tríplice ou tetra viral.

Não devem ser vacinadas:

  • Crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias;
  • Casos suspeitos de sarampo;
  • Gestantes, que devem esperar para serem vacinadas após o parto. A recomendação do MS para as mulheres que planejam engravidar é de que seja feito um exame de sangue para verificar se já estão imunes à doença. Se não estiverem, essas mulheres devem se vacinar um mês antes da gravidez;
  • Menores de 6 meses de idade;
  • Imunocomprometidos.
recommend to friends
  • gplus
  • pinterest