Prefeitura segue com ações de fiscalização no transporte coletivo para verificar cumprimento do protocolo

By

Com o objetivo de combater a disseminação do novo coronavírus no transporte coletivo, a Prefeitura de Contagem, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (Transcon), realiza desde 15 de março ações de fiscalização para verificar o cumprimento de protocolo sanitário nas linhas municipais.

Até a última sexta-feira (16/4), 4.054 coletivos foram fiscalizados pelos agentes de trânsito da Transcon. Neste período, foram registrados 370 (9,12%) coletivos com mais de dez passageiros em pé e 125 (3,09%) não tinham álcool na entrada dos ônibus.

Segundo a autarquia, quando é verificado o excesso de lotação, os agentes orientam e pedem para que os passageiros embarquem, sem custos, em outra linha mais vazia ou em veículo reserva.  Já no caso de dispensers sem álcool, a Transcon explica que alguns frascos se esvaziam durante a viagem, mas que as empresas são cobradas a repor o material.

A fiscalização da Transcon nos coletivos ocorre nos horários de pico, em pontos estratégicos do transporte coletivo na cidade. As ações são resultados do diálogo da Prefeitura com as empresas de ônibus para o aumento das viagens e a garantia de maior segurança para os usuários.

O protocolo assinado pela prefeita Marília Campos determina uma série de ações que devem ser executadas todos os dias por operadores e usuários do transporte coletivo. Dentre elas, a restrição do número de passageiros, sendo permitida a ocupação de todos os bancos e no máximo dez passageiros em pé. Outra medida prevista já em execução é o aumento de 57 viagens em 27 linhas municipais nos horários de pico.

Nos casos de irregularidades, os usuários devem entrar em contato com a Transcon no telefone (31) 3329.3390.

Repórter Yuri Soares

Fotos divulgação Transcon

Você pode querer ler

Mais quentes