RHI Magnesita: destinou 250 mil para Contagem e mais R$350 mil para outros municípios

By
Comprometida com o bem-estar e desenvolvimento das comunidades onde atua, empresa destina R$ 600 mil a ações de enfrentamento à Covid-19, que incluem doação de bombas de infusão e de respiradores, 15 toneladas de alimentos e ações de desinfecção

 Desde o início da pandemia, a RHI Magnesita tem se mobilizado para apoiar os municípios onde está presente, no combate à crise sanitária. Ciente de seu papel social, a empresa não tem medido esforços para tentar minimizar os impactos causados pelo novo coronavírus em diversos setores e está alerta às necessidades das comunidades, por entender que neste momento crítico, a união é que fará a diferença!

A companhia está empenhada em mais uma frente de colaboração e dedicou um aporte de, aproximadamente, R$600 mil para iniciativas em Contagem (onde está localizada a principal planta industrial da empresa), Uberaba – Ponte Alta, Coronel Fabriciano e Ouro Branco, em Minas Gerais; e Brumado e Santaluz, na Bahia.

O montante foi destinado à aquisição de equipamentos hospitalares para as UTIs de tratamento à Covid-19, doação de máscaras de tecido e de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade, cenário agravado com a diminuição da renda em diversos lares brasileiros. “Seguimos com o compromisso assumido pela RHI Magnesita em apoiar comunidades e municípios no que fosse possível. Esperamos que cada um faça a sua parte nessa luta contra o vírus. Juntos, estaremos mais fortes para enfrentar esse momento.”, destaca Barbara Schmitz, gerente de Comunicação das Américas.

Foram doadas mais de 15 toneladas de alimentos por meio das cestas básicas distribuídas nas comunidades contempladas pela RHI Magnesita.

Em Brumado (BA), o apoio resultou em 20 bombas de infusão cedidas à Secretaria Municipal de Saúde. “Gostaria de agradecer a RHI Magnesita pela doação. Os equipamentos hospitalares são de fundamental importância para o bom funcionamento da UTI Covid-19 recém inaugurada no Hospital Municipal de Brumado. Elas têm papel crucial em determinados casos clínicos em que o paciente precisa de medicamentos em um ritmo controlado”, afirma Cláudio Feres, Secretário de Saúde e responsável pela intermediação com a empresa.

Além dos equipamentos, a RHI Magnesita doou cestas básicas a 150 famílias da região, e atuará na desinfecção dos principais pontos de atendimento à saúde, com grande concentração de pessoas, atendendo a uma solicitação veio da Câmara de Vereadores de Brumado. A empresa disponibilizará mão de obra, equipamentos e produtos sanitizantes próprios para ação, que ocorrerá por 30 dias. Foram doadas também 500 máscaras de tecido para as comunidades em Santaluz.

Contagem recebe respiradores

A RHI Magnesita destinou ao município de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, um aporte de mais de R$250 mil. O montante permitiu a aquisição de respiradores e monitores para UTIs de tratamento à Covid-19.

Os equipamentos hospitalares são imprescindíveis aos pacientes contaminados que se encontram internados. Os ventiladores médicos são responsáveis por levar o ar por um tubo até os pulmões, procedimento acompanhado via monitores. Sem esse método, pacientes infectados pelo novo coronavírus podem morrer. “Em um momento em que vivemos uma crise epidemiológica sem precedentes, a RHI Magnesita destaca-se por sua responsabilidade social ao doar equipamentos para leitos de UTI Covid. Gesto de solidariedade que salvará vidas e reafirma a importância da colaboração para o enfrentamento da pandemia”, destaca René Vilela, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Geração de Renda de Contagem.

Outra frente de auxílio ao município se concentra na doação de cestas básicas, que beneficiará 150 famílias da cidade. O volume se aproxima de 5 toneladas de alimentos.

A RHI Magnesita também doou mais de 1.000 máscaras de tecidos, confeccionadas pelas mulheres que integram o projeto “Costurando Amor”. Criado em 2020 pela empresa, com o objetivo de gerar renda para mulheres que estavam com suas atividades pausadas devido à pandemia, o Costurando Amor mobilizou 50 famílias residentes nas comunidades onde a RHI Magnesita atua, com uma produção de 80 mil máscaras, em 30 dias.

Depois desse processo, a companhia ofereceu, em parceria com a Fundação Dom Cabral, o Programa Pra>Frente, com o propósito de capacitar essas costureiras como empreendedoras, tornando-as capazes de se adaptar aos diferentes cenários.

O projeto segue beneficiando as cidades da área de influência da empresa, como é o caso de Contagem. “Realizamos várias doações desde o início da pandemia. A nossa contribuição permanece em vários âmbitos e é preciso mobilização para mitigar o impacto que o panorama pandêmico traz ao nosso país”, destaca Bárbara Schmitz, da RHI Magnesita.

Você pode querer ler

Mais quentes