Operação Divisas Integradas termina com quase 5 toneladas de drogas apreendidas e 60 presos somente em MG

By
Secretarias de Segurança e polícias de Minas, São Paulo e Rio atuaram em conjunto para combater o crime nas regiões de divisas dos três Estados

 

Quase 5 toneladas de drogas foram aprendidas pelas polícias mineiras durante a Operação Divisas Integradas IV, finalizada às 17h desta quinta-feira, 20/5. A ação, que buscou reforçar as atividades de combate ao crime, principalmente nas regiões que dividem o Estado com São Paulo e Rio de Janeiro, durou oito dias. Foram realizadas atividades de inteligência, cumprimentos de mandados de prisão e ações ostensivas de abordagem nas rodovias do Estado.

Foram fiscalizados 1.425 veículos no território mineiro, resultando na apreensão de oito armas de fogo, 338 munições e R$ 1.830 em espécie. Além disso, dois veículos roubados foram recuperados, 60 prisões foram realizadas e quatro adolescentes, apreendidos.

Esta edição da operação Divisas Integradas IV foi realizada em parceria com São Paulo e Rio de Janeiro. Ação que marca a integração entre as Secretarias de Segurança e as polícias dos três estados envolvidos. Somados, os efetivos de Minas, São Paulo e Rio ultrapassam os 20 mil policiais envolvidos, além de agentes do Exército Brasileiro, da Marinha e Polícia Rodoviária Federal. Também foram empenhadas 6.770 viaturas, 17 aeronaves, 17 drones, 142 cães e 91 embarcações nas unidades da federação.

Avaliando a atuação conjunta dos três Estados, o total de drogas apreendidas chega a 5,8 toneladas. Também foram efetuadas as prisões de 657 pessoas, retiradas de circulação 56 armas e recuperados 48 veículos roubados.

“O que está acontecendo hoje, com esse modelo de operação, é o sonho de todo agente de segurança pública: atuar de forma integrada, com todas as polícias unidas, e uma operação com sucesso absoluto”, ressaltou o secretário Rogério Greco.

Em Minas, a operação contou com a atuação, de forma integrada, de profissionais da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, principalmente do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal, Corpo de Bombeiros Militar, Sistema Socioeducativo e receitas Estadual e Federal.

A atuação ostensiva dos últimos dois dias, 19 e 20/5, nas rodovias das áreas de divisas, contou com 30 pontos de abordagens. Na Zona da Mata, foi erguida uma barreira especial, na BR-040, próximo à cidade de Simão Pereira. No local, o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel – carreta com tecnologia embarcada e de ponta, com câmeras de longo alcance e capacidade de realizar imagens noturnas e térmicas – prestou apoio a todas as forças.

Foi neste local, aliás, que o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco; o chefe da Polícia Civil, Joaquim Francisco Neto e Silva, e o superintendente regional da Polícia Federal em Minas, Marco Antônio Territo, estiveram na última quarta, 19/5, para conferir os trabalhos in loco e apoiar todos os profissionais em trabalho.

O subsecretário de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Bernardo Naves, destacou a importância da atuação integrada de todas as forças de segurança como fator fundamental para o sucesso da operação. “Somente com as forças trabalhando em sinergia somos capazes de conquistar bons resultados, garantindo a diminuição da criminalidade e mais segurança para todos de um modo geral. Encerramos a operação com a sensação de que fizemos um bom trabalho”, avaliou.

Divisas Integradas

Esta foi a quarta fase da operação Divisas Integradas – primeira deste ano. O marco desta edição foi a participação do Rio de Janeiro – estado que até então não tinha composto a ação interagências.

A primeira operação foi deflagrada em julho do ano passado entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. Em agosto, mais uma ação foi realizada, reunindo o território paulista e o estado do Paraná. A terceira fase ocorreu em outubro, unindo pela primeira vez mais de duas unidades federativas, contando com a participação de forças de segurança de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Crédito fotos: Bernardo Carneiro/ Ascom Sejusp

Assessoria de Comunicação / Sejusp

Você pode querer ler

Mais quentes