Projeto acelera acesso a remédios contra câncer para quem tem plano de saúde

By
Após aprovação na Câmara, proposta segue para sanção presidencial

Um Projeto de Lei que pretende dar mais agilidade no tratamento contra o câncer para quem tem plano de saúde foi aprovado no Congresso e segue para sanção presidencial. A proposta do PL 6.330/19 é alterar a lei dos Planos de Saúde (9.656/98) para ampliar o acesso aos tratamentos contra o câncer (de uso oral) pelos usuários de convênios particulares.

O intuito, segundo autores e os relatores da proposta, é agilizar o atendimento e promover mais segurança em tempos de pandemia, porque o acesso a esses remédios que podem ser administrados em casa reduziria a necessidade de os pacientes irem até clínicas e hospitais com muita frequência durante seus tratamentos.

Outro ponto levado em conta é trazer mais celeridade na disponibilidade dos medicamentos sem necessidade de esperar o rol da ANS, que é atualizado oficialmente a cada dois anos. Com a aprovação do Projeto, o plano de saúde passaria a fornecer os itens a partir da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Pelo texto da proposta, o medicamento deve ser disponibilizado pelo convênio em até 48 horas após a prescrição do médico.
Diana Serpe – Especialista em Processo Civil e Direito Civil pela Faculdade Damásio de Jesus e Direito Empresarial pela Unip. Palestrante em Direito da Pessoa com Deficiência, com ênfase nas áreas de direito de saúde e direito da educação. Forte atuação em ações relacionadas a negativas dos planos de saúde em relação ao tratamento multidisciplinar do autista e fornecimento de canabidiol e para tratamentos e fornecimentos de medicamentos de alto custo para doenças raras. Criadora do Autismo e Direito, com perfis nas redes sociais (Instagram e Facebook).

Você pode querer ler

Mais quentes