Projeto desenvolvido na UFMG visa impulsionar aprendizado de inglês na rede pública de ensino

By

Roteiro de aprendizagem da língua inglesa é resultado de pós-doutorado de professora da Faculdade de Letras e conta com apoio do Escritório Regional de Língua Inglesa (RELO-Brasil) da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil

O projeto intitulado Roadmap for English Learning, desenvolvido pela professora Climene Arruda, da Faculdade de Letras (Fale) da UFMG, durante a realização de seu pós-doutorado, apresenta um roteiro de aprendizagem que oferece orientação e suporte para que o estudante desenvolva sua capacidade de aprender a aprender, promovendo o planejamento e alcance de metas, viabilizando o autocontrole e a concentração durante o processo de aprendizagem, aumentando a autoestima, sustentando, assim, o alcance da proficiência na língua.

Com o avanço das tecnologias de informação na última década, o estudante está imerso em um cenário cheio de componentes distrativos que interferem profundamente em seu dia a dia, sobretudo na rotina do aprendizado de línguas. Devido à possibilidade de alternar entre o uso de smartphones, TVs, computadores e outros dispositivos de entretenimento, dedicar um tempo exclusivo para os estudos tem se tornado cada vez mais difícil, principalmente, em tempos de reclusão social, somente com muito senso de autorregulação o estudante poderá vencer a tentação do entretenimento desregulado frente à rotina de estudos. 

Ainda, em face da necessidade de exercer cidadania em nível global, a aprendizagem de inglês (e de outras línguas adicionais), deve ser favorecida para além dos muros da sala de aula presencial ou virtual. Os estudantes precisam assumir responsabilidade por sua aprendizagem, aumentando o aproveitamento escolar. No entanto, apesar de se interessarem cada vez mais pela aprendizagem autônoma, muitas vezes, não sabem ao certo como fazê-la. 

Roadmap foi construído de forma a aliar uma rotina de estudos frequente e autorreguladora com estratégias de aprendizagem, discutidas por teorização mais recente em Linguística Aplicada sobre motivação na aprendizagem de línguas estrangeiras, em especial, e, de maneira organicamente articulada, os construtos engajamento do estudante, visão para aprender, metacognição e autorregulação. O principal objetivo é fornecer aos professores de inglês e seus estudantes um instrumento efetivo de aprendizagem autodirigida, capaz de orientar a aprendizagem autônoma bem-sucedida, especialmente com vistas à ampliação do vocabulário em inglês. 

O roteiro apresenta um plano de ação que se distribui em cinco semanas, composto por atividades sequenciais com foco no desenvolvimento de vocabulário e que pode abordar as demais habilidades linguísticas, como, por exemplo, compreensão oral, caso seja desejo dos participantes. Pode ser utilizado em contextos variados; na escola regular das redes particular ou pública, desde o ensino fundamental aos ensinos médio e superior, em que o ensino seja oferecido tanto de maneira tradicional, com foco na aprendizagem da língua estrangeira quando na modalidade CLIL (content and language integrated learning), cujo enfoque de aprendizagem é em qualquer conteúdo curricular por meio da língua estrangeira, muito recorrente nos dias de hoje em escolas bilíngues, principalmente. 

Pode ser utilizado, também, em circunstâncias de autodidatismo e estudo tutorado (regime de estudo não presencial). Os participantes do projeto Roadmap devem ter nível mínimo de A2 (nível básico) conforme o Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas. Nessa primeira implementação do projeto, proposta para professores de inglês, haverá acompanhamento de bolsistas, que estão em processo de preparação e orientação pela desenvolvedora do roteiro, e da coordenadora do projeto, professora Climene. 

A aplicação e o acompanhamento do desafio de aprendizagem serão realizados totalmente on-line, por meio do YouTube e do Instagram, onde serão passadas as orientações principais, e por meio de grupos no WhatsApp, em que os participantes poderão interagir entre si e com os responsáveis pelo projeto. 

Roadmap for English Learning conta com a estimativa de atender 200 professores de inglês da rede pública de ensino nessa primeira fase. Os professores serão convidados a aplicar o roteiro com seus estudantes após vivenciarem a experiência de aprendizagem. O projeto é financiado pela Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, por meio de seu Escritório Regional de Língua Inglesa (RELO-Brasil). 

Sobre a coordenadora 

A professora Climene Arruda atua na área de língua inglesa da Faculdade de Letras da UFMG. Tem doutorado em Estudos Linguísticos pela mesma Instituição e pós-doutorado em Estudos de Linguagens pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG). Atualmente, é coordenadora do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Bilíngue da Fale/UFMG. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, com interesse principalmente nas seguintes áreas: experiências de ensino/aprendizagem de língua inglesa, motivação e visão para aprender, engajamento de estudantes e formação de professores. 

Serviço:

Período de inscrições para o projeto: 15 a 24 de outubro 

O desafio acontece entre os dias 8 de novembro e 10 de dezembro 

Mais informações disponíveis no site do projeto: https://roadmapforenglishlearning.wordpress.com. 

Você pode querer ler

Mais quentes