Ações comunitárias fortalecem vínculos dos moradores com os Cras

By

Neste mês, alguns Centros de Referência da Assistência Social (Cras) de Contagem promoveram as tradicionais festas julinas com o objetivo de aproximar e fortalecer o vínculo das famílias atendidas com os equipamentos. Na última semana, foi a vez dos arraiás acontecerem nos Cras Parque São João e Sede. Mais de 100 beneficiárias, em cada equipamento, participaram da atividade, que contou com comidas e decoração típicas, música e muita animação das famílias.

Segundo a coordenadora do Cras Parque São João, Jaqueline de Souzaa atividade é chamada nos Cras de Ação Comunitária, “ pois não se trata simplesmente de uma confraternização. É um forma de aproximar as famílias do entorno do equipamento, estabelecendo uma identidade e uma referência com este morador para que ele nos procure sempre que necessitar, e também para que conheça os serviços oferecidos e os direitos dele”, destacou.

As ações comunitárias fazem parte do PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família), que também desenvolve mais quatro tipos de ações: acolhidas, oficinas com as famílias, ações particularizadas e encaminhamentos. Em relação às ações comunitárias, cada Cras tem autonomia para se organizar e promover a atividade que julgar conveniente para o território.

De acordo com a diretora de Proteção Social Básica, Silvânia Burato, é preciso que as ações sejam planejadas e cumpram o seu objetivo, ampliando o universo informacional e proporcionando novas vivências às famílias atendidas. “Há várias formas de executar as ações comunitárias, podem ser eventos, palestras, campanhas ou outros tipos de atividade. Porém, é fundamental que as ações tenham como premissa a promoção da comunicação comunitária, mobilização social e o protagonismo da comunidade, fortalecimento dos vínculos, o sentimento de coletividade e a organização comunitária, por do estímulo à participação cidadã”, ressaltou Burato.

Em Contagem, atualmente, há dez Centros de Referência da Assistência Social. São eles: Cras Petrolândia, Sede, Ressaca, Parque São João, Nova Contagem, Nacional, Industrial, Icaivera, Eldorado e Casa Amarela. O Cras se caracteriza como a principal porta de entrada do Sistema Único de Assistência Social (Suas). É um equipamento público que possibilita o acesso de um grande número de famílias à rede de proteção social de assistência social.

A oferta dos serviços e benefícios às famílias  tem como finalidade fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura de vínculos, promover o acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria da qualidade de vida.

Sobre os Cras

Público-alvo: população que está em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação ou ausência de renda, precário ou nulo acesso aos serviços públicos, fragilização e vínculos afetivos e de pertencimento social, discriminação de gênero, étnicas e por deficiência.

Serviços Ofertados:

PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família): consiste em um trabalho de caráter continuado que visa fortalecer a função protetiva das famílias, prevenindo a ruptura de vínculos, promovendo o acesso e usufruto de direitos, contribuindo para melhoria da qualidade de vida. Dentre as ações do PAIF podemos citar: acolhida, atendimento e acompanhamento das famílias, oficinas, palestras, visitas domiciliares e a concessão de benefícios eventuais, como: cesta básica emergencial e inclusiva, guia para segunda via de certidão de nascimento, certidão de casamento, fotografia para documentação, dentre outros atendimentos.

SCFV (Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos): é realizado em grupos, organizado de modo que garanta aquisições progressivas aos seus usuários de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias realizado pelo PAIF, ou pelo Serviço Especializado a Família e Indivíduos (PAEFI), prevenindo a ocorrência de situações de vulnerabilidade e risco social e agravos decorrentes da situação de violação de direitos.

 

Repórter:  – Foto: Paulo Pereira

Você pode querer ler

Mais quentes