APÓS CIRURGIA, BORRACHINHA GARANTE QUE PODERÁ ENFRENTAR NIGERIANO CAMPEÃO EM ABRIL

By

“Não é bem assim”.
Ao menos é essa a opinião do contagense Paulo Borrachinha, que minimizou uma fala do presidente do UFC, Dana White, sobre quem será o próximo
adversário do campeão peso médio, Israel Adesanya. Borrachinha, que se recupera de cirurgia no bíceps, garantiu que estará pronto para voltar a lutar em abril de 2020 e espera que seja ele o adversário do nigeriano, em busca do cinturão.
O presidente do UFC talvez tenha se precipitado ao anunciar a lesão de Borrachinha, acrescentando, ainda que o lutador não voltaria antes de oito
meses. Assim, Adesanya teria outro oponente. O nigeriano conquistou o cinturão dos médios ao desbancar Robert Whittaker, então campeão, em
Melbourne, Austrália. Borrachinha esteve presente ao evento para acompanhar a luta e foi provocado pelo atleta.
Borrachinha deixou, nas entrelinhas, que White, provavelmente, esteja mal informado sobre a situação dele após a cirurgia. O mineiro garantiu que estará pronto para lutar em abril. A previsão do médico é que eu volte a treinar logo e possa lutar em abril. Acredito que vou lutar com ele (Adesanya),
acho que eu sou o próximo a lutar com ele, mesmo com esse prazo”, afirmou o Eraser, em entrevista ao site da Ag.Fight. “Acho que o Dana White não está sabendo 100% da minha condição. Talvez ele ache que eu vou voltar a treinar em abril. Já fiz a cirurgia, agora é só aguardar e fazer fisioterapia para voltar a treinar”, acrescentou o mineiro, que vem de vitória por pontos diante do cubano Yoel Romero, em Anaheim, Califórnia. Borrachinha disse que é o adversário ideal para a primeira defesa de cinturão do campeão. “Com quem o Adesanya pode lutar que possa fazer uma luta melhor do que comigo? Se ele fizer uma luta antes, vai correr sério risco de não conseguir fazer um grande evento comigo. Um confronto comigo seria muito maior do que contra qualquer outro (lutador) da divisão no momento. Você olha no ranking e não vê ninguém com a possibilidade de fazer um show tão grande quanto nós podemos fazer”, avaliou

Foto: AFP

Você pode querer ler

Mais quentes