CASA VELHA

By

Pelo Historiador Ailson Leite

“Quem disse que eu me mudei? Não importa que a tenham demolido: A gente continua morando na velha casa em que nasceu.” Mario Quintana

O sentimento descrito por Mario Quintana, é bonito, mas quando falamos de um patrimônio cultural, no quilate da primeira construção da cidade de Contagem, esbarramos com o abandono da casa do Registro, ou simplesmente, casa da Cultura Nair Mendes.

Construída no século XVIII, originalmente conhecida e utilizada como posto do registro das abóboras, já que naquele local, em 1716, foi instalado o posto para registro e abastecimento da colônia, pesagem e contagem do gado e de pessoas que foram escravizadas. A Casa Nair Mendes, foi restaurada em 1991, e tombada pelo decreto 10.060 de 14 de dezembro de 1998, ficou aberta a visitação e serviu como galeria a diversos artistas, até o ano de 2016, quando foi fechada e a cada ano, perpetua o abandono dos patrimônios da cidade de Contagem.

A Casa de Cultura Nair Mendes, ou Casa do Registro das Abóboras, é mais um monumento que implora por cuidados, que necessita que o poder público abrace o patrimônio de Contagem, e tal poder, está nas mãos do executivo dessa cidade, portanto clamamos por socorro ao prefeito de Contagem, e peço ao povo… Cola com a gente!

Você pode querer ler

Mais quentes