Casais podem ter sucesso trabalhando juntos?

By

Saiba como administrar conflitos e construir um negócio ao lado do parceiro

Casais que administram a mesma empresa é algo mais comum do que se pode imaginar. Em contrapartida, quando se fala em abrir um negócio próprio com o parceiro, o principal questionamento gira em torno da temida frase: “Será que o relacionamento vai entrar em crise e acabar?”. O que muita gente não sabe é que, na realidade, estudos indicam que dividir o ambiente de trabalho com o companheiro pode melhorar a relação, basta saber lidar com diferenças e separar o lado profissional do pessoal.

Porém, o mais difícil é conseguir dividir tais condições. A Mastercoach e Especialista em Gestão de Negócios, Valéria Bax, é casada e divide sua empresa com o marido, André Bax, que também é Especialista em Gestão Empresarial e Mastercoach. Para os dois, o ponto mais importante a ser levado em consideração para casais que querem ter o próprio negócio juntos é o diálogo. “O principal erro que faz empresas familiares fecharem com pouco tempo de existência é a falta de conversa entre os gestores. Todos os problemas devem ser resolvidos imediatamente e de forma completamente aberta para evitar que qualquer resquício volte a assombrar o ambiente novamente”, completou Valéria.

Enquanto isso, André ressalta a importância de separar a gestão dos negócios do relacionamento pessoal. “Nada de levar trabalho para casa. O diálogo sobre negócios deve se manter aberto durante o horário de expediente. É importante dividir esse momento para que não se torne uma relação tóxica, competitiva e, em diversos casos, estressante”. O especialista ainda acrescenta que, em algumas ocasiões, pode ser que, realmente, seja difícil separar os dois. “Porém, isso jamais deve ser uma regra, apenas uma exceção”.

Pesquisa

Segundo estudo realizado pela Internacional Stress Management do Brasil (ISMA-BR), casais que trabalham juntos se entendem melhor e possuem maior facilidade em resolver conflitos na vida pessoal e profissional. “Isso acontece porque, após começarem a trabalhar juntos, é mais fácil entender a rotina do parceiro, os conflitos externos e entender que, nem sempre, ele estará bem ao chegar em casa”.

No entanto, é preciso lembrar que essa cumplicidade precisa ser mantida dentro e fora da empresa para que não ocorra o efeito contrário. “Por isso, frisamos sempre a importância do diálogo. Além disso, não julgue o parceiro por situações que o afetam de maneira diferente de você. Saiba ponderar com paciência o que está certo ou errado tanto de um lado como do outro”, enfatizou Valéria.

Fontes:  Valéria Bax, empresária do varejo há mais de 30 anos e Mastercoach na Área de Negócios. Formada em Comunicação, Especialista em Gestão de Negócios, Marketing e Comercial. André Bax, formado em Administração, MBA em Gestão Empresarial e pós-graduado em Gestão de Negócios para Executivos e Master Coach. Ambos diretores do Instituto EVEX, escola especializada na formação de líderes e coachs.

Você pode querer ler

Mais quentes