Catarse: Mais de 400 apoiadores abraçam Campanha +LIVROS

By

Doações na primeira semana permitem beneficiar 90 autores e pequenas editoras, mostra relatório divulgado pelo Catarse

Lançada pelo Catarse na última semana, a Campanha +LIVROS bateu 61% da meta de arrecadação e já conta com 270 inscritos para o processo de seleção. Os dados parciais corroboram com o objetivo do fundo de incentivo, de beneficiar pequenas editoras, livrarias e autores independentes. As cinco regiões do país aderiram.

Das editoras inscritas até agora, 75% têm receita de até R$ 100 mil por ano – enquanto um dos requisitos para participar é faturar até R$ 300 mil anuais. Entre as livrarias participantes, 54% têm receita de até R$ 100 mil ao ano – o teto também é de R$ 300 mil. Já dos autores inscritos, 80% possuem renda anual de até R$ 30 mil reais – o limite para se inscrever é de R$ 81 mil.

As inscrições para os beneficiários estão abertas até o dia 31 de julho, mas a ação de arrecadação segue até o dia 19 de agosto. O + LIVROS conta hoje com 435 apoiadores confirmados e uma arrecadação de R$ 458.547,00, doados por pessoas físicas e jurídicas. Este montante permite contemplar 90 agentes do livro, entre autores e microempresas.

A performance da campanha é bem avaliada pelos idealizadores, especialmente os números de apoiadores e inscritos. “Eles são indicadores importantes de que as pessoas que amam o universo do livro (sejam leitores, autores ou livreiros) estão se engajando à campanha, entenderam a importância e o impacto dela e estão doando o que podem mesmo em um cenário de pandemia, e de que centenas de agentes da cadeia do livro que se inscreveram veem no projeto uma esperança para seus negócios”, avalia a diretora de Publicações do Catarse, Raíssa Pena.

Os apoiadores do +LIVROS receberão recompensas, como cupons de desconto, e-books exclusivos e mentorias profissionais. Quanto mais recursos o fundo arrecadar, mais profissionais e pequenas empresas do mercado editorial serão beneficiadas. O quadro a seguir mostra o potencial da iniciativa.

Você pode querer ler

Mais quentes