Centros de Comando e Controle Móvel reforçam a segurança do Carnaval de Belo Horizonte

By

 

Duas carretas dão suporte ao trabalho das polícias e Guarda Municipal com imagens em tempo real acompanhadas e avaliadas por 15 instituições

 

Uma superestrutura de segurança vai reforçar as ações de prevenção e repressão das polícias Civil e Militar e da Guarda Municipal no Carnaval de Belo Horizonte. A partir deste sábado (25/2), duas carretas com tecnologia de ponta estarão na Praça da Estação e na Praça da Savassi.

São os Centros de Comando e Controle Móvel (CICC Móvel), do Governo de Minas Gerais, que auxiliarão na tomada de decisões rápidas e estratégicas de segurança e aumentarão o monitoramento visual de pontos críticos e de blocos com maior aglomeração de pessoas com câmeras de grande alcance.

O CICC Móvel funcionará como um potencializado captador de imagens direcionadas e com qualidade. O veículo tem seis câmeras acopladas – duas delas em grandes hastes que permitirão o monitoramento de um raio de até 10 km.

A transmissão da captação será em tempo real para o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), que fica na Cidade Administrativa, onde representantes de 15 instituições farão a avaliação e o comando e controle de ações de segurança de forma integrada.

No CICCR ficam, além de profissionais da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), coordenadora das ações, integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Cemig, Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER), entre outros.

A ocupação da base móvel do CICC será de integrantes do sistema de segurança estadual e municipal, que acompanharão as imagens, de dentro da carreta, do fluxo de pessoas e poderão dar comando para a resolução de uma situação de forma imediata. Durante o Carnaval, o Centro Integrado de Comando Móvel vai atuar a partir das 7h e funcionará até o fim das movimentações, acompanhando a programação oficial da festa em Belo Horizonte.

Como destaca o diretor do Centro de Comando e Controle, Vicente Salgueiro, além de ser um posto de comando local e ampliar a capacidade de monitoramento eletrônico do sistema de segurança pública, a carreta, por si só, marcará ostensividade– fator determinante em grandes aglomerações.

 

24 horas

O Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), que fica na Cidade Administrativa, já funciona em regime de 24h para monitorar ações de segurança e vias com maior aglomeração de pessoas.  Do local, é possível monitorar cerca de 1.400 câmeras da capital e de cidades da Região Metropolitana.

Neste carnaval os destaques de monitoramento serão as principais vias de Belo Horizonte, rodovias federais e estaduais, aeroportos, estações do metrô e pontos especiais de interesse operacional onde é esperada uma concentração maior de pessoas, como a Praça da Savassi, Praça da Estação, Praça Floriano Peixoto (Santa Efigênia) e Praça Duque de Caxias (Santa Teresa).


Crédito (fotos):

2326 e 2306: Gil Leonardi/Imprensa MG

6750: Renato Cobucci/Imprensa MG

Você pode querer ler

Mais quentes