Contagem inicia vacinação contra a covid-19

By

A enfermeira Elenice Pereira Pedrosa foi a primeira a receber a dose da vacina contra a covid-19, na tarde desta terça-feira (19/1), no Complexo Hospitalar de Contagem. Ela e mais dez profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra o novo coronavírus no município participaram do ato inicial da Campanha de Vacinação. Nesta quarta-feira (20), às 10h, as unidades volantes do município começam a vacinar todos os profissionais do Hospital Municipal de Contagem e do Hospital de Campanha Santa Helena.

 

Elenice é enfermeira no SUS Contagem há 29 anos e trabalha na Central de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde. Ela que será uma das responsáveis por aplicar a vacina Coronavac relata o alívio ao receber a primeira dose. “Esse é um momento histórico que estou tendo a oportunidade de participar. A vacina passa a ser a maior arma contra a covid agora para diminuir a mortalidade. Meu sentimento é de muita esperança”, afirmou.

Esperança também é o sentimento da prefeita Marília Campos. “Hoje nasce a esperança de viver melhor sem esse medo que nos distancia dos nossos parentes, dos nossos amigos e nos afasta dos espaços públicos. Esperança também de não ver as pessoas adoecidas e não perdê-las para essa doença.”, afirmou.

Marília também explicou que neste primeiro momento Contagem irá cumprir as orientações do Plano Nacional de Vacinação que é priorizar os profissionais de saúde e os idosos.  “Digo isso porque nós encomendamos um milhão de vacinas para o Instituto Butantan. Portanto, a norma do governo federal é que elas sejam fornecidas apenas pelo Ministério da Saúde, que distribuirá para o governo do Estado e, posteriormente, para os municípios. Então, apesar do nosso esforço ter provocado uma sensibilização, não será possível o município ser atendido de forma especial. Vamos seguir o calendário nacional e, enquanto isso, aproveito para pedir a todos para fazerem parte do pacto pela vida firmado em Contagem”, disse.

A enfermeira do Hospital de Campanha Santa Helena, Lorena dos Santos, foi a segunda a receber a dose da CoronaVac e se emocionou muito. “Foi um ano muito difícil para todos nós, trabalhamos, exaustivamente, e tivemos muitas perdas. Meu desejo é que a população seja vacinada e aceite essa imunização, porque ela realmente vai combater com segurança essa doença”, disse.

Vacinação

O governo do Estado disponibilizou 5.461 doses para a vacinação do grupo prioritário, que são os profissionais de saúde de linha de frente e idosos que moram nas Instituições de Longa Permanência (ILPIs). Hoje, a cidade conta com 4.815 profissionais de saúde, sendo que destes, mil estão em linha de frente no combate à covid-19.  O município possui 62 mil idosos, sendo que 750 moram em asilos.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Fabrício Simões, a população não pode baixar a guarda mesmo após o início da vacinação. “Ainda temos um caminho importante a ser seguido e pedimos a população todo empenho e colaboração em manter as medidas sanitárias de segurança e evitar aglomerações para diminuir a velocidade de transmissão do vírus até que as doses estejam disponíveis para todos”, ressaltou.

Contagem conta atualmente com 55 salas de vacinação, e já possui cerca de 300 mil seringas e agulhas, fornecidas pelo governo do Estado, para o início da imunização de toda a população, quando mais doses forem disponibilizadas pelo Ministério da Saúde.

Em Contagem, até 18/01/2021, foram notificados 103.854 casos, sendo: 15.923 confirmados, 14425 casos recuperados, 577 óbitos confirmados.

Repórter: Vanessa Trotta Batista

Fotos: Fábio Silva

Você pode querer ler

Mais quentes