ELEIÇÃO DO CONSELHO TUTELAR EM CONTAGEM PODE SER CANCELADA

By

A informação é do advogado Wellington Silveira, presidente do Partido Liberal (PL). De acordo com ele existem vários indícios de irregularidades que podem levar ao cancelamento da eleição.

No último domingo (6) milhares de contagenses compareceram aos locais de votação para eleger os 35 conselheiros tutelares que atuam na defesa e proteção dos direitos das crianças e adolescentes do município. Entretanto, muitos eleitores se queixaram de desorganização e muita demora nos pontos de votação.

Além disso, surgiram inúmeras denúncias de irregularidades, a maior parte dos próprios candidatos que concorrem a uma vaga de conselheiro tutelar. As denúncias vão desde compra de votos a divergências nos resultados da apuração de votos.

De acordo com Wellington Silveira, que também é Procurador Adjunto da Câmara Municipal de Contagem, ele espera que o governo se pronuncie o quanto antes sobre o assunto e tem ciência de que já existem duas ações tramitando na justiça que visam o cancelamento da eleição, além do Ministério Público já ter solicitado informações à Prefeitura de Contagem sobre o ocorrido.

“Vamos aguardar a apuração dos fatos relatados e torcer pra que não sejam verídicos. E, se forem, o município precisa tomar providências, pois a maior violação aos direitos da criança e do adolescente seria uma eleição irregular”, concluiu Silveira.

Você pode querer ler

Mais quentes