Hospital das Clínicas da UFMG vai testar medicamentos contra a Covid-19

By

Previsão é que as medicações cheguem à instituição já na próxima semana

 

O Hospital das Clínicas da UFMG/Ebserh é a única instituição de saúde de Minas Gerais que irá participar do ensaio clínico multinacional e multicêntrico “Solidarity”, da Organização Mundial de Saúde, que tem como objetivo investigar a eficácia de quatro tratamentos para a Covid-19. Serão testados a hidroxicloroquina/cloroquina, o Remdesivir, o lopinavir/ritonavir monoterapia ou a combinação lopinavir/ritonavir associada ao Interferon Beta 1a. No Brasil, o estudo será coordenado pela Fiocruz e implementado em 18 hospitais de 12 estados com o apoio do Ministério da Saúde.

A previsão é que as medicações cheguem ao HC-UFMG já nesta semana. A pesquisa incluirá somente pacientes hospitalizados, para atender à demanda mais urgente, que é a de oferecer tratamento para pessoas com quadros mais graves da infecção. A meta do “Solidarity” é alcançar o maior número de pacientes no tempo mais curto possível, para dar uma resposta rápida sobre quais medicamentos são eficazes no tratamento da Covid-19 e quais são ineficazes e não devem ser utilizados.

Segundo a infectologista Helena Duani, que conduzirá ensaio clínico na instituição ao lado do também infectologista Unaí Tupinambás, ambos do Serviço de Infectologia do HC-UFMG e professores da Faculdade de Medicina da UFMG, trata-se de um estudo randomizado, ou seja, o paciente que concordar em participar receberá uma das medicações, que será escolhida de forma aleatória. Os resultados serão monitorados e inseridos na plataforma da pesquisa, juntamente com os dados de todos os outros centros de saúde participantes. “Essas medicações já são usadas para tratar outros vírus. São drogas que podem ajudar na evolução favorável do paciente com Covid-19, mas ainda não há uma comprovação científica”, afirmou.

Você pode querer ler

Mais quentes