Instituições de ensino manifestam apreensão acerca do orçamento destinado à educação para 2021

By
Segundo o Conif, a previsão de corte orçamentário de 18% irá agravar a situação educacional do país

Os dirigentes do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), por meio de nota, manifestaram apreensão com o orçamento destinado à Educação para o ano de 2021. O Conselho é formado pelos CEFETs (MG e RJ), pelos 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e pelo Colégio Pedro II.

Segundo a nota, a notícia do descumprimento do acordo estabelecido entre o Congresso e o Executivo, por parte do Governo Federal, de retornar ao Ministério da Educação (MEC) o montante de 1,4 bilhões de reais, tem inviabilizado diversas ações e a previsão de corte orçamentário de 18% para o ano de 2021 irá agravar a situação educacional do país. “Continuaremos a sofrer perdas substanciais nas atividades de ensino, pesquisa e extensão, na formação continuada dos profissionais da educação e na oferta do ensino de qualidade, do qual tanto nos orgulhamos”.

Diante das restrições de recursos, inclusive com as barreiras impostas pela pandemia, a Rede Federal se manteve ativa, valendo-se de mecanismos virtuais para a garantia da continuidade do ensino-aprendizagem neste período. No documento, o Conif reafirma o compromisso com a luta pela educação pública brasileira como um bem inalienável, “reiterando a importância da aplicação do capital na educação pública, gratuita e de qualidade, na pesquisa de ponta e na extensão para a construção de um Brasil mais igualitário no trato às questões sociais, economicamente sólido, além de mais justo e solidário”.

Confira a nota na íntegra: https://portal.conif.org.br/images/pdf/Nota_Conif_OR%C3%87AMENTO_05_01_21.pdf

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – CEFET-MG
Secretaria de Comunicação Social – SECOM
Foto:Foto:  http://www.contagem.cefetmg.br/

Você pode querer ler

Mais quentes