Obras avançam e continua a proibição do tráfego de caminhões com cargas acima de 4,40 metros na região do Viaduto Beatriz

By

Restrição visa garantir segurança dos usuários da via e de quem trabalha na obra

Repórter:

Com o avanço das obras de reestruturação e revitalização do Complexo Viário do Viaduto Beatriz, na Via Expressa de Contagem, continua valendo a proibição do tráfego de caminhões com cargas acima de 4,40 metros no trecho onde estão sendo feitas as intervenções viárias, nos dois sentidos da via. A determinação segue norma da Resolução 210/2006 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e foi feita no início de dezembro do ano passado.

Conforme a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte de Contagem (Transcon), o local está devidamente sinalizado com placas sobre a restrição e informando as rotas alternativas. O procedimento visa à segurança dos usuários e dos trabalhadores que atuam no local. A restrição irá perdurar até a liberação do tráfego pelos responsáveis técnicos da obra.

A medida redireciona os veículos que necessitam de Autorização Especial de Tráfego (AET), pois possuem altura máxima maior que a estabelecida pelo CTB. A autorização deve ser requisitada ao órgão responsável pela via. Em Contagem, os condutores precisam solicitar o documento na Diretoria de Trânsito da Transcon.

Complexo Viário

A reestruturação do Complexo Viário do Beatriz é uma demanda antiga da população contagense que está se tornando realidade. Com a conclusão das obras, prevista para o primeiro semestre de 2020, o gargalo característico do trecho nos horários de pico será eliminado. A ampliação dos elevados sobre a Via Expressa e linha férrea resultará em maior fluidez no trânsito.

Componente do Corredor Norte-Sul, que vai interligar Nova Contagem à Cidade Industrial, as intervenções do complexo vão mudar a mobilidade da cidade. O número de faixas dos viadutos passará de duas para quatro no sentido Sede/Eldorado e para três no sentido contrário. As faixas centrais, nos dois sentidos, serão de passagem exclusiva para o Sistema Integrado de Mobilidade (SIM).

Você pode querer ler

Mais quentes