Operação tapa-buracos gera debate no Legislativo sobre contratos de serviços da Prefeitura

By

 

 

Por Lorena Carraza*

Um requerimento da vereadora Silvinha Dudu (PCdoB) levantou uma discussão entre vereadores durante a segunda reunião ordinária da Câmara, realizada na manhã desta terça-feira (14). Trata-se de um pedido para que seja feita operação tapa-buracos na região do Nacional e Ressaca.

Ao pedir destaque para falar especialmente sobre o requerimento, Silvinha solicitou que o Governo tomasse rápida providência com relação ao pavimento das principais ruas e avenidas do Nacional e Ressaca, uma vez que o grande número de buracos já está causando transtornos na região, inclusive com risco de colisões entre os veículos.

Para a vereadora, as providências sobre a situação estão demorando a serem tomadas. “Já tem um mês e meio de governo, todo o secretariado já tomou posse e, por isso, deixo meu apelo aqui”, concluiu.

Em aparte à fala de Silvinha, o vereador José Carlos (PTdoB) justificou que o atual governo iniciou a gestão com uma série de contratos vencidos, incluindo os de limpeza e execução de obras, situação que, segundo ele, não foi repassada de forma adequada para a equipe de transição. Ele explicou também que, por causa desse desacerto de contratos, atualmente somente dois caminhões da operação tapa-buracos está atendendo toda a cidade.

José Carlos, que na gestão passada esteve à frente da Conparq (Fundação Municipal de Parques e Áreas Verdes de Contagem), afirmou que vários contratos não foram licitados em tempo hábil pela gestão passada e, portanto, alguns serviços estão com sua execução comprometida.

“Mas eu quero saber: como é possível fazer execução de trabalho sem contrato? Tem certas coisas que precisam ser aprofundadas e explicadas à população”, contestou José Carlos. Silvinha, no entanto, respondeu que a população não pode ser penalizada por questões contratuais.

O líder de governo, Ivayr Soalheiro (PDT), interviu e se dispôs a intermediar a visita do responsável pela operação tapa-buracos na Prefeitura à Câmara, para que possa ser passado para todos os vereadores a situação real. De imediato, o vereador e presidente da Câmara, Daniel Carvalho (PV), autorizou a ação de Ivayr.

Glória da Aposentadoria (PRB) e Alex Chiodi (SD) também comentaram o assunto. Glória disse que, apesar de entender a questão dos contratos, é fato que a população tem pressionado os vereadores para que a questão dos buracos nas vias da cidade seja resolvida.

Alex, por sua vez, parabenizou a iniciativa de Silvinha e reforçou que o papel dos vereadores é trazer a demanda da comunidade “até mesmo para mostrar às pessoas que esta Casa está atenta às questões da população”.

Fotos: Samuel Junio Tomaz

*Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Contagem

Você pode querer ler

Mais quentes