Exposição ESPONTANEIDADE Pinturas de VANDER LÚCIO MACIEL Galeria do Centro Cultural de Contagem

By

O artista Vander Lúcio está realizando a exposição de pinturas da série “ESPONTANEIDADE” na Galeria do
Centro Cultural de Contagem, Projeto Tudoaver, de 05 a 31 de março. A mostra reúne 55 pinturas em óleo
sobre MDF, em pequeno formato, 9,5x 29,5 cm, em óleo sobre MDF.
A COLEÇÃO DE ESPONTANEIDADES DO ARTISTA PLÁSTICO VANDER LÚCIO
Do caos à ordem psicodélica. Esta sentença descreve bem o trabalho do multifacetado artista plástico mineiro
Vander Lúcio Maciel Carvalho. Íntimo às diversas técnicas e formas de criar, seu interesse manifestou-se desde
a infância, começando pelo desenho, esculturas, fotografia e pintura, ele busca ressaltar, em suas obras, a
magia promovida pelo respiro do espontâneo.
As primeiras referências vêm de berço, com a criatividade nativa da mãe, costureira de mão cheia. E também
perpassa por grandes nomes do mundo da arte, como Tarsila do Amaral e Leonardo Da Vinci, pensadores de
relevo, como Sigmund Freud e Friedrich Nietzsche, além de autores renomados, como Machado de Assis e
Guimarães Rosa.
A partir dessas diretrizes mutáveis, o artista autodidata aposta na capacidade de expandir suas visões
filosóficas, psicológicas, espirituais e físicas. E, assim, traduz em cores e formas seus sentimentos mais íntimos,
gestos, palavras e eventos, refletindo o que considera “psíquico cosmológico”.
(Pollianna Dias)
Vander Lúcio Maciel Carvalho, nascido em Belo Horizonte, é artista plástico autodidata. Desde criança já
colocava algumas ideias no papel, mais como brincadeira, e gostava de ver os desenhos e entalhes em lápis
que havia feito em sala de aula.
Posteriormente tomou gosto pela caricatura, e se inscreveu no primeiro Salão Nacional de Humor Henfil,
realizado na Câmara Municipal de BH de 1994, mas sua inexperiência fez com que seus dois desenhos
enviados não fossem selecionados para exposição no salão. Depois deste período produziu algumas esculturas
em pedra sabão, outras poucas em madeira, logo depois fez parte da associação (UAI) união dos artesãos
independentes, onde participou da primeira feira nacional de artesanato, que aconteceu no Minascentro em
2001; expôs no centro cultural UFMG; em seguida conseguiu espaço em uma das agências do Banco do Brasil.
A pintura teve início ao fim da década de 1990, tendo também neste período, o interesse pela modelagem
com massa epóxi, por influencia hip através de observação dos trabalhos dos mesmos, expostos na praça7, e
logo mais experimentando a argila. Produziu algumas ferramentas de corte e punhais. Mais tarde, trabalhou
em uma parceria na marca de um produto, onde produzia seus stands de madeira e bambu, placas luminosas,
luminárias da logo e outras de forma artística. A fotografia também faz parte de seus trabalhos, que teve inicio
maior a partir da virada do século. Inaugurou exposição das pinturas intitulada “Espontaneidade” com 50
obras, no Centro Cultural Padre Eustáquio de outubro a dezembro 2017. Ainda em dezembro 2017 saiu
publicação no Jornal Porta Voz de Venda Nova Ltda. –ME. Já no inicio de 2018, também no centro cultural
Padre Eustáquio organizou a exposição individual denominada “Trajetória”. Seguindo para junho, participou de
uma exposição coletiva no Centro Cultural de Contagem, onde o tema era falar sobre a água. A exposição
Espontaneidade teve início em parcial no Centro Cultural de Venda Nova também no mês de junho. De agosto
a setembro, deu-se início também em parcial, a Espontaneidade, que passou pelo Mercado Central de
Contagem de agosto a setembro. E finalizando o ano com a mostra Espontaneidade e em sua maior formação,
simultaneamente a parcial anterior, entre os meses de agosto/setembro, na galeria de arte do espaço politicocultural Gustavo Capanema situada na Assembleia Legislativa de BH/MG. Participou da oficina de modelagem
em argila O Verbo e o Gesto no Museu Mineiro e no ateliê da ceramista Erli Fantini. Participou coletivo
(Pintando ao Vivo na Savassi) no dia 15, junho 2019. Coletivo Fogo Cruzado na galeria Wallace Alves 2019.
Individual Espontaneidade no Cantin da Rosaurinha 2019. Mostra Chama Desetiqueta no Palácio das Artes,
pela escola de artes Cefart de 04 a 04/12/19. Promoveu oficina de pintura Abstrações no Palácio das Artes,
realizada o dia 06/12/19. Exposição Espontaneidade no CCPE em 06/12/19 a fevereiro/20.
Habilidades em: Desenho, escultura, modelagem, pintura, fotografia, moveis em madeira e aço. Seu
aprendizado se baseia nos estudos de livros e vídeos sobre técnicas de arte, pesquisas na internet, de artistas
renomados brasileiros e internacionais, na participação de projetos coletivos, na observação da natureza,
percepção da cognição e psique no processo de autoconhecimento.
Facebook: Vander Carvalho E-mail: vanderart74@hotmail.com
Contatos: 55 31 991718165
Instagram: vander_luciomc
Facebook: Vander Carvalho
Serviço: Exposição ESPONTANEIDADE
Pinturas de Vander Lúcio Maciel
Galeria do Centro Cultural de Contagem – de 05 a 31 de março de 2020
Rua Dr. Cassiano, 130, Centro, Contagem – MG
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9 às 17h
Contato Tudoaver: 3352-5347 / projetotudoaver@gmail.com

Você pode querer ler

Mais quentes