Supressão de árvores com manejo adequado é benefício para a cidade

By

Professor Wagner Donato

 

A arborização Urbana é um tema que vem sendo muito debatido na nossa cidade. Multiplicam-se diariamentena SEMAD os pedidos de supressãoe; ao mesmo tempo, as reclamações quando os pedidos são atendidos.

Temos incontáveis exemplos de como nossa cidade não foiplanejada de maneira a beneficiar o bem-estar das pessoas.A maioria dos reclamantes não consegue perceber que cada vez mais, busca-se a harmonia entre crescimento urbano e meio ambiente.

Assim como qualquer setor urbano, a arborização das ruas e avenidas está condicionada à qualidade e dedicação ao planejamento. Encaixar as árvores dentro da disposição atual da cidade é uma tarefa complicada.

Nas cidades, as árvores desempenham um papel muito importante na melhoria da qualidade de vida da população e do meio ambiente.

Entre os benefícios podemos citar: bem-estar psicológico, efeito estético, sombra para os pedestres e veículos, proteção contra o vento, diminuição da poluição sonora, redução do impacto da água de chuva, auxílio na diminuição da temperatura e preservação da fauna silvestre. Sendo assim, são várias as condições exigidas de uma árvore, a fim de que possa ser utilizada sem acarretar inconvenientes e entre as características desejáveis, destacam-se:

  1. Resistência a pragas e doenças;
  2. A árvore não deve ser do tipo que produz frutos grandes;
  3. Os troncos e ramos das árvores devem ter lenho resistente, para evitar a queda na via pública, bem como, serem livres de espinhos e não prejudicar a mobilidade;
  4. As árvores não podem conter princípios tóxicos ou de reações alérgicas;
  5. A árvore deve apresentar bom efeito estético;
  6. As flores devem ser de preferência de tamanho pequeno, não devem exalar odores fortes e nem servirem para vasos ornamentais;
  7. A planta deve ser nativa ou, se exótica, deve ser adaptada;
  8. A folhagem dever ser de renovação e tamanho favoráveis, já que podem causar entupimento de calhas e canalizações, quando não, danificar coberturas e telhados;
  9. A copa das árvores deve ter forma e tamanho adequados ao ambiente;
  10. Quanto às raízes, estas devem ser profundas, para evitar que a árvore venha a prejudicar as calçadas e as fundações dos prédios e muros.

São inúmeras as árvores da nossa cidade\que não atendem às condições acima e o que a SEMAD está fazendo, através do Projeto Cidade Verde, é um criterioso inventário e o manejo com substituição das árvores suprimidas por espécies mais adequadas ao ambiente urbano.

 

Você pode querer ler

Mais quentes