Tarifas das linhas metropolitanas integradas ao metrô serão alteradas no domingo (5/1)

By
Diferença de R$ 0,25 será totalmente repassada à CBTU; valor continua o mesmo para passageiros que não usam integração com o metrô
A partir de 0h de domingo (5/1), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) vai implementar mais uma etapa do reequilíbrio tarifário unitário do metrô de Belo Horizonte. Por este motivo, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) informa que as tarifas de integração das linhas do Sistema de Transporte Metropolitano também serão readequadas. A diferença de R$ 0,25 do reajuste será totalmente repassada à CBTU.
Para os passageiros que não utilizam a integração com o metrô, as tarifas dos ônibus metropolitanos permanecem inalteradas. No cálculo das novas tarifas de integração, as empresas de ônibus continuarão recebendo os mesmos valores, sendo a diferença do reajuste totalmente repassada à CBTU.
A Seinfra já comunicou às empresas, que operam as 124 linhas integradas ao metrô, para adotarem as providências necessárias para a cobrança dos novos valores da tarifa reajustada, conforme Resolução nº 02, de 2 de janeiro de 2020. Cartazes serão afixados dentro dos ônibus, informando o novo valor.
A CBTU ainda vai implementar mais uma recomposição tarifária, em 7/3. Antes da data, a secretaria vai comunicar as alterações na tarifa integrada das linhas metropolitanas.

Você pode querer ler

Mais quentes