União de esforços para garantir a pilotagem segura de motos distribui antenas contra cerol e dá dicas aos motociclistas em Contagem

By

Ações serão promovidas até o dia 26 de junho por toda a cidade

Repórter:  – Foto: Leonardo Davi / GCC

Na segunda-feira passada (15) foi iniciada a campanha “Todos Contra o Cerol – Motociclitas”, uma parceria entre a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon), Guarda Civil de Contagem (GCC), Polícia Militar e as empresas Ello Clube de Benefícios e Motofeste. Foram distribuídas 70 antenas de proteção contra linhas chilena e com cerol, além de material educativo, a motociclistas que passaram pela blitz montada na regional Ressaca.

As blitze seguem até o dia 26 em diferentes locais de Contagem. Os motoqueiros também recebem orientações sobre pilotagem segura. Seguindo essa estratégia, no fim de maio (dia 21) a GCC lançou a operação de combate à venda e uso de linha com cerol e chinela, com fiscalização em estabelecimentos comerciais e das pessoas soltando pipa ou papagaio. A população pode ajudar com denúncias ligando para o número 153.

A Guarda tem o costume de promover essas ações nos meses de férias escolares, ou seja, junho, julho e agosto. Devido à pandemia do Coronavírus, a corporação tem observado um número muito grande de crianças e adolescentes soltando pipa e papagaio nos espaços públicos fora deste período.

Na Operação de Combate ao Uso e Comercialização do Cerol e Linha Chilena a Guarda já apreendeu 482 carretéis e executou 1.064 ações preventivas. O cerol é uma mistura fatal, artesanal, feito de cola com pó de vidro ou pó de ferro. Já a linha chilena é feita industrialmente e seu poder de corte é quatro vezes maior que o do cerol.

Você pode querer ler

Mais quentes