Uso de contraceptivo pode causar varizes. Saiba como evitá-las

By

Por Juliana Biagioni*

Evitar o sedentarismo, cuidar da alimentação e parar de fumar são atitudes que ajudam na prevenção desse problema.

Aquelas veias dilatadas e tortuosas que geralmente aparecem com o passar da idade, principalmente nas pernas e nos pés, são chamadas varizes. Algumas veias se dilatam por disposição genética e/ou por algum fator que impeça o bombeamento natural do sangue ao coração. Estima-se que, aos 70 anos de idade, até 70% das pessoas carregam essas marcas nas pernas.

De acordo com a angiologista e cirurgiã vascular, Juliana Biagioni, a terapia de reposição e métodos anticoncepcionais hormonais são fatores que podem provocar o aparecimento das varizes mais precocemente. “Pela mesma razão, durante a gravidez, as chances também crescem e, aumentam a cada nova gestação”.

Segundo a especialista, o anticoncepcional é um fator desencadeante das varizes por causa dos hormônios presentes em sua fórmula: o estrogênio e a progesterona. “Cada um provoca um efeito diferente nas estruturas envolvidas na circulação e no fluxo do sangue. O estrogênio altera as paredes das veias e danifica as válvulas responsáveis pelo controle da passagem do sangue dentro delas. Já a progesterona aumenta a dilatação das veias e o fluxo de sangue que passa por elas. Isso exige que os vasos trabalhem sob um regime de pressão acima do normal e pode resultar no aparecimento das varizes”, explicou Juliana.

Prevenção

A angiologista alerta que as mulheres que têm varizes ou vasinhos, ou estão mais propensas a tê-los precisam ficar atentas e utilizar um medicamento que seja composto por progesterona. “O hormônio interfere menos no sistema vascular que o estrogênio”, disse Juliana.

Para as mulheres que precisam tomar anticoncepcionais, mas querem evitar problemas com as varizes, a especialista recomenda:

  • Evitar o sedentarismo realizando atividade física frequente, principalmente aeróbica;
  • Parar de fumar;
  • Evitar permanecer longos períodos sentada ou em pé, na mesma posição;
  • Cuidar da alimentação e evitar o sobrepeso.

*Juliana Biagioni, médica angiologista e especialista em cirurgia vascular. É coordenadora da Clínica Venice e atua também na Clínica da Pele, em Belo Horizonte.

Você pode querer ler

Mais quentes